terça-feira, 24 de janeiro de 2012

DELITO DE OPINIÃO.

7 comentários:

Carlos Azevedo disse...

Como o Luís M. Jorge escreveu -- e para não entrarmos no domínio do calão, que descreveria tudo isto com maior precisão --, uma vergonha.

FNV disse...

É ir ler o que dois actuais assessores moraleiros ( Correia & Gonçalves) do ministro da proganda escreviam, dantes, sobre a mafia angolana.
Devem ester prestes a demitir-se em sinal de protesto...
Somos terra de muito vento.

Carlos Azevedo disse...

A cada qual as suas 'bêtes noires', Filipe.
Em comentário ao texto do Luís Jorge, referi as Matos e os Crespos, não com o sentido de personalizar na Helena Matos e no Mário Crespo, mas para referir as dezenas de bloggers, e não só, que atacavam Sócrates (a maioria das vezes com razão) por menos do que isto e que agora estão calados como ratos.

FNV disse...

Nem tanto, Carlos. Nem noirs nem roses. Aqui trata-se de personalizar, sim, porque
1) ambos me falaram de moral a propósito de merdices sem relevância, e agora ( bem, já há muito tempo) gente vê o que vê.
2) estes assuntos são sobre pessoas.

Carlos Azevedo disse...

Filipe, como o PR, expliquei-me mal. Eu não pretendi personalizar, mas não critico quem o fez. A utilização da expressão 'bêtes noires' era por isso mesmo: cada qual tem os seus motivos, e os seus são os que elenca na resposta ao meu comentário.

FNV disse...

E que não fosse, mi casa es su casa.

Carlos Azevedo disse...

Muchas gracias.